Opinião

Uma proposta indecente aos trabalhadores

CaminhaoCaminhao

Justamente em um momento que o Rio Grande do Sul precisa de desenvolvimento, crescimento econômico e aumentar o poder de compra, o governo estadual encaminha para a Assembleia Legislativa um projeto que propõe o aumento do salário mínimo regional em 9,6% – índice muito INFERIOR à inflação do período, que foi de 11,38%. O...

Continue lendo

Por que apoio o impeachment

aprovado---mocao-de-solidariedade-as-emendas-do-deputado-paulinho-da-forca-ao-pl-4330aprovado---mocao-de-solidariedade-as-emendas-do-deputado-paulinho-da-forca-ao-pl-4330

No último domingo, milhares de pessoas saíram às ruas pelo Brasil para exigir o impeachment da presidente Dilma Rousseff. Se as manifestações não tiveram a magnitude das anteriores, por terem sido realizadas no fim do ano, permaneceram passando o recado: o Brasil não tolera mais o governo irresponsável da petista. Pesquisas mostram que 80%...

Continue lendo

Crime em Porto Alegre: ação sem reação

_MG_6235 com filtro_MG_6235 com filtro

Porto Alegre está refém do crime organizado e já passou da hora de Segurança Pública significar mais que meia dúzia de orientações ao cidadão, que tem se submetido a uma restrição cada vez maior da própria liberdade. Enquanto isso, o crime tenta demonstrar uma supremacia forjada através do medo, da impunidade, da sensação de...

Continue lendo

Nota do Solidariedade RS

NOTA2NOTA2

Novamente nos dias que antecedem a abertura da chamada “janela”, o período que possibilita a troca partidária, o Solidariedade enfrenta represálias, a partir de denúncias escandalosamente infundadas. Denúncias como esta, aliás, não são novidade e muito menos surpreendem um partido reconhecidamente combativo e que se posiciona contra os desmandos do governo. Já absolvido com...

Continue lendo

Veto de Dilma mostra desprezo pelos aposentados

aprovado---mocao-de-solidariedade-as-emendas-do-deputado-paulinho-da-forca-ao-pl-4330aprovado---mocao-de-solidariedade-as-emendas-do-deputado-paulinho-da-forca-ao-pl-4330

Ao vetar o reajuste das aposentadorias pelas mesmas regras do salário mínimo, a presidente Dilma Rousseff mostra, mais uma vez, o quanto despreza os aposentados. Como todos sabem, desde 2008, graças à pressão das centrais sindicais, o salário mínimo vem sendo reajustado com a reposição da inflação pelo INPC do ano anterior, mais o...

Continue lendo

Artigo: A política de cortar salários

IMG_0036IMG_0036

Ao contrário da economia brasileira, o Pacote de Maldades do governo federal não para de crescer. Depois das Medidas Provisórias que excluem milhares de trabalhadores de benefícios como seguro-desemprego e pensão por morte, além das tentativas de dificultar acesso ao seguro-defeso, auxílio-doença e abono salarial, o governo edita mais uma MP que, desta vez,...

Continue lendo

Nota sobre o projeto de lei 4330

IMG_0027IMG_0027

O Projeto de Lei 4330/2004, que regulamenta a terceirização no nosso país, afetará milhões de brasileiros. A posição do Solidariedade Rio Grande do Sul é a de defesa dos mais de 12 milhões de trabalhadores terceirizados que não têm qualquer garantia de direitos trabalhistas. O projeto já estava em vias de ser aprovado e,...

Continue lendo

Impopularidade e incompetência nos primeiros meses de desgoverno

0101

A presidente Dilma Rousseff enfrenta hoje o maior índice de rejeição desde o governo Collor. Segundo pesquisa do IBOPE divulgada nesta quinta-feira, o índice de eleitores que avaliaram o governo da petista como “ruim” ou “péssimo” é de 64%. É a mais alta taxa de reprovação de um presidente desde setembro de 1992, véspera...

Continue lendo

Assistindo a crise de cima

JANTA1JANTA1

Há definitivamente uma forte crise na credibilidade do governo federal, que aparentemente se mantém na redoma de vidro do país perfeito vendido na própria propaganda eleitoral. O governo e sua base não têm poupado esforços nas tentativas de negar o tarifaço e até de minimizar o aumento da gasolina, que dentre todos os transtornos...

Continue lendo

Política às avessas

Janta 2Janta 2

A classe política fica mais distante, dia após dia, da credibilidade necessária para retomar o sentido da representação democrática que constitui. Em mais uma demonstração de lapso cognitivo, vemos ser aprovada a aposentadoria especial para os deputados na Assembleia do Estado, que assumiram os cargos eletivos como profissão e não pretendem largar o osso...

Continue lendo