Caminhadores realiza turismo inclusivo no Centro de Porto Alegre

Caminhadores na Casa de Cultura Mário Quintana. De chapéu, ao centro, o secretário da Pessoa com Deficiência do Solidariedade, Rotechild Prestes
Caminhadores na Casa de Cultura Mário Quintana. De chapéu, ao centro, o secretário da Pessoa com Deficiência do Solidariedade, Rotechild Prestes

O Dia do Trabalhador também foi comemorado com acessibilidade e inclusão. Realizando uma atividade dirigida a pessoas com deficiência motora, a ONG Caminhadores promoveu a visitação de pontos turísticos no Centro de Porto Alegre. Saindo do Chalé da Praça XV, o roteiro foi percorrido em cadeiras de rodas manuais, motorizadas, scooter, kit elétrico e por usuários de bengalas, que deslocaram-se até a Usina do Gasômetro.

O grupo foi conduzido por Guias de Turismo credenciados, entre eles o Secretário da Pessoa com Deficiência do Solidariedade RS, Rotechild Prestes, o Roth. O percurso contou ainda com paradas no Mercado Público, Prefeitura Municipal, Fonte Talavera, Praça da Alfandega, Rua da Praia, Casa de Cultura Mário Quintana, Museu Militar e Quarteis e Igreja das Dores.

“Foi uma tarde de afirmação, pois é possível ter roteiros para pessoas com deficiência em nossa cidade”, avaliou Roth, embora a experiência tenha trazido problemas à tona. “Durante o trajeto, constatamos a precariedade das nossas calçadas, que não estão preparadas para receber turistas com algum tipo de deficiência ou mobilidade reduzida. Queremos realizar mais roteiros iguais a este, porém queremos uma cidade mais inclusiva”, concluiu.

Os voluntários da organização já preveem novas atividades, como a rota do “Centro alto” e um passeio de barco com piquenique na Usina do Gasômetro. Informações na página da ONG Caminhadores.