Com edição em Portão, “Mulheres com Causa” debate violência contra a mulher

Apoio à vitima e desconstrução de paradigmas do machismo foram abordados pela Del. Tatiana (frente) e Cap. Bibiana (mesa) | Foto: Andréia Sarmanho
Apoio à vitima e desconstrução de paradigmas do machismo foram abordados pela Del. Tatiana (frente) e Cap. Bibiana (mesa) | Foto: Andréia Sarmanho

Alertas como o fato de 72% das vítimas de feminicídio no Estado nunca terem denunciado o agressor e a dificuldade em identificar e romper etapas do ciclo de violência foram alguns dos temas da segunda edição do Ciclo de Debates Mulheres com Causa, promovido pelo Solidariedade Mulher em Portão, na noite desta quarta-feira (25). A atividade lotou o plenário da Câmara Municipal para assistir às palestras da Delegada Tatiana Bastos, diretora da Divisão de Proteção e Atendimento à Mulher, e da Capitã Bibiana Menezes, do 25° Batalhão da Brigada Militar.

Enfatizando que a própria casa é o lugar onde a mulher acaba mais exposta à violência, a Delegada Tatiana Bastos apresentou os principais pontos da Lei Maria da Penha e reforçou que, apesar das garantias das medidas protetivas, vítimas são relutantes em concretizar a denúncia. “Quebrar o ciclo de violência não é simples, muitas vezes existe alguma situação de dependência em relação ao agressor e a mulher, novamente, submete-se. Neste caso ela não precisa de julgamento, mas de ajuda”, reforçou, acrescentando que as denúncias podem ser realizadas por outras pessoas, como familiares e vizinhos – em caso de flagrante, devendo acionar o 190.

Assim como a violência, outros aspectos da desigualdade de gênero foram discutidos sob o alerta para a necessidade de enfrentamento e desconstrução de paradigmas. “Eu estou em uma instituição eminentemente masculina, só 14% da Brigada são mulheres, oficiais apenas 5%”, manifestou a Capitã Bibiana Menezes, relatando que, além da estranheza inicial, o machismo vem disfarçado de elogio: “tu é um homem para trabalhar!”.

O evento foi prestigiado pelos vereadores Luiz Bandeira (Salgadinho) e Ari de Oliveira (Arizinho), do Solidariedade de Portão, além da vereadora Ana Bauermann, de Capela de Santana. Uma nova edição já está programada para o dia 23 de outubro, em Porto Alegre. O III Ciclo de Debates Mulheres com Causa conta novamente com a presença das palestrantes, além de abordar a saúde preventiva, em alusão ao outubro rosa.

III Ciclo de Debates Mulheres com Causa 
Data: 23 de outubro
Hora: 19 horas
Local: Plenário Ana Terra da Câmara Municipal de Porto Alegre (Av. Loureiro da Silva, 255).