Deputado Neri, o Carteiro realiza Grande Expediente em homenagem ao 12º BPM

Na foto, o Ten.Cel. Jorge Emerson Ribas, comandante do 12°BPM; o Deputado Estadual Neri, o Carteiro e Major Luis Fernando Becker| Foto: Marisol Santos
Na foto, o Ten.Cel. Jorge Emerson Ribas, comandante do 12°BPM; o Deputado Estadual Neri, o Carteiro e Major Luis Fernando Becker| Foto: Marisol Santos

O deputado estadual Neri, o Carteiro (SOLIDARIEDADE) realiza nesta terça-feira, 03 de setembro, o seu segundo Grande Expediente na Assembleia Legislativa. Na ocasião, o parlamentar fará uma homenagem aos 45 anos de atuação do 12º Batalhão da Polícia Militar de Caxias do Sul.

Para Neri, é uma honra poder festejar a data na Assembleia: “O 12º BPM tem uma presença muito forte na comunidade caxiense, não somente no combate à criminalidade, que é destaque no estado, mas em ações sociais, programas de educação e prevenção e na relação de proximidade com os moradores”, reforçou.

Para o comandante do 12°BPM, Tenente-Coronel Jorge Emerson Ribas, a homenagem prestada pela Assembleia Legislativa ao 12º BPM da Brigada Militar de Caxias do Sul é muito significativa:  “Sermos lembrados e homenageados pelo parlamento gaúcho nos enche de orgulho e aumenta ainda mais nosso compromisso com a sociedade gaúcha e caxiense” diz Ribas.

O Grande Expediente será nesta terça-feira (03), a partir da 14h, no plenário 20 de Setembro, na Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul. A solenidade terá transmissão ao vivo pela TV Assembleia e pelo canal da TV Assembleia no YouTube.

SOBRE O 12º BPM:        

O 12º BPM foi criado em 9 de setembro de 1974 e inicialmente funcionava na rua Visconde de Pelotas, no bairro Pio X. Até 1998, o batalhão era responsável pelo atendimento de vários municípios. A partir do crescimento de Caxias do Sul, o trabalho do 12º foi direcionado especificamente para a cidade, a segunda maior do estado.

Ao longo dos últimos 45 anos, o Batalhão teve importante atuação na segurança pública da cidade e sempre foi considerado uma referência para outras unidades, sediando “projetos-piloto” como a lavratura do Termo Circunstanciado e da Comunicação de Ocorrência Policial, no ano 2000 e o programa de Policiamento Comunitário, em 2012.