Entidades assistenciais de Erechim receberão recursos do Legislativo

Clàudio Janta e Márcio Pavoni
Clàudio Janta e Márcio Pavoni

O vereador Márcio Pavoni, do Solidariedade de Erechim, teve aprovado um requerimento para colocar mais recursos públicos a serviço de quem precisa. Em votação unânime no início deste mês, ficou determinado que meio milhão de reais do orçamento da Câmara Municipal serão destinados a entidades filantrópicas e sem fins lucrativos ou econômicos.

A proposição contou com o apoio de entidades que se fizeram presentes na votação, como o Centro de Apoio Oncológico Luciano (CAOL) e a Associação de Deficientes do Alto Uruguai (ADAU). “Estamos preocupados com a manutenção dos serviços que essas entidades vêm realizando ao longo dos anos, por isso fizemos esta sugestão”, reforçou Pavoni.

Em nível estadual, o Solidariedade também tem pautado a valorização do trabalho relacionado ao apoio e inclusão. Autor de projetos de lei neste segmento, o presidente estadual do partido, Clàudio Janta, chamou a atenção para o lançamento de uma iniciativa idealizada pela Secretaria da Pessoa com Deficiência (PCD) do partido.

Constituindo um grupo de apoio liderado por profissionais voluntários, o projeto “Sentimento Solidário” auxilia familiares de PCDs em reuniões realizadas a cada 15 dias. “Além de trabalharmos para a acessibilidade e inclusão das pessoas que têm deficiência, precisamos considerar seu contexto e olhar com mais carinho para as famílias, que também precisam ser lembradas pelas políticas públicas”, enfatiza Clàudio Janta.