Mulheres com Causa: ciclo de debates discute desafios, tabus e grandes causas

Temas como violência e políticas públicas estiveram em pauta
Temas como violência e políticas públicas estiveram em pauta

Na semana em que se comemorou o Dia Internacional da Mulher, Ciclo de Debates Mulheres com Causa promoveu um dia dedicado a colocar em pauta algumas das grandes lutas e desafios enfrentados pela mulher na sociedade. Abordando temas como o enfrentamento da violência, superação das desigualdades, empoderamento e iniciativa empreendedora, o evento lotou o plenário Ana Terra da Câmara Municipal de Porto Alegre no último sábado (9).

Fazendo a saudação em nome da Secretaria da Mulher do Solidariedade RS, Karla Ferreira abriu as atividades chamando a atenção para a necessidade de refletir sobre a realidade e as perspectivas da mulher na sociedade. “Sabemos que os temas levantados aqui hoje são apenas um recorte da miscelânea de causas que envolvem a realidade das mulheres no nosso país. Este é apenas o primeiro passo e também queremos nos colocar à disposição, como espaço de organização e luta de mulheres, para dar voz a todas as tantas outras causas, sejam elas mais amplamente debatidas ou das minorias, que carecem de visibilidade e discussão”, manifestou.

Abordando o enfrentamento da violência e das desigualdades, a primeira mesa de debates foi aberta com a delegada titular da Delegacia Especial da Mulher (DEAM) de Porto Alegre, Tatiane Bastos. Apresentando um panorama

Ações do poder público e programas voltados a questões práticas do dia a dia também foram colocados em pauta com a participação do vereador convidado Claudio Janta. Autor de medidas como o projeto que ampliou o atendimento na saúde básica e das escolas de tempo integral, ele falou sobre o direcionamento de políticas públicas, contemplando demandas da mulher em relação aos serviços básicos, segurança e medidas afirmativas. A mesa também contou com a participação da vereadora Tatiane Frizzo, do Solidariedade de Caxias do Sul, que anunciou a apresentação de um projeto dedicado a auxiliar vítimas de violência doméstica, garantindo reserva de vagas prioritárias para seus filhos na rede pública.

O mercado de trabalho esteve em pauta com a participação da advogada Dra. Simone Alves de Castro, que abordou a promoção de direitos e igualdade de condições para as mulheres. Empreendedorismo e iniciativa ficaram por conta da empreendedora Thayrine Knoll dos Santos, com o caso de sucesso da Tchê Quentinhas.

“Empoderamento e as bases da mulher forte” deram o tom da última mesa de debates, que contou com a participação da especialista em autoestima, Vanessa Vieira de Moraes. Encerrando as atividades, foi a vez de colocar os tabus na berlinda, com a sexóloga Zélide de Quevedo e uma divertida exposição sobre mitos e preconceitos da sexualidade.

 

Fotos do evento disponíveis aqui!