Nem os programas sociais do governo federal escaparam da crise, aponta Janta

IMG_0007

Na volta dos trabalhos da Câmara Municipal de Porto Alegre, na quarta-feira de cinzas, as expectativas quanto aos rumos do governo federal voltaram a ser discutidas pelos parlamentares da Capital gaúcha. Para o líder do Solidariedade gaúcho, Clàudio Janta, um fator chama a atenção para os reflexos da crise econômica: os cortes financeiros em programas sociais.

Conforme levantamento realizado pelo jornal O Estado de S. Paulo, repercutido também pela imprensa local, oito em nove programas sociais perderam recursos. Quatro, de forma nominal, no orçamento da União, e outros quatro, em função da alta da inflação.

“Além do arrocho da recessão e do desemprego, que vêm aumentando a cada dia, os programas sociais, que eram a ‘menina dos olhos’ do governo, também estão sendo sacrificados. Que o ano possa servir para colocarmos o governo nos trilhos e para que o Brasil volte a crescer”, concluiu Janta.