Neri, o Carteiro comemora extinção de auxílio-mudança da Assembleia Legislativa

Proposta foi aprovada na sessão de terça-feira (4) | Foto: Gabriel Rodrigues
Proposta foi aprovada na sessão de terça-feira (4) | Foto: Gabriel Rodrigues

Na tarde desta terça-feira (09), o deputado Neri, o Carteiro (SOLIDARIEDADE) festejou a extinção da ajuda de custo dada aos parlamentares, conhecida como auxílio-mudança, no início e no término dos mandatos. O Projeto de Resolução nº 14 /2019 foi aprovado por 47 votos a zero.

A medida, que já entra em vigor nesta legislatura, tem um impacto de cerca de R$ 2,7 milhões nas finanças do Estado. Para Neri, a extinção do benefício vai ao encontro dos anseios da população, que cobram da classe política um exemplo frente à gestão dos recursos públicos: “Desde que soube da existência do benefício tive certeza de que não ficaria comigo o valor. Muito me alegra em ver a posição desta Casa que, por unanimidade dos deputados presentes, aprovou a extinção desse auxílio”, disse o parlamentar.

O deputado estadual Neri, o Carteiro abriu mão do direito de receber a ajuda de custo da Assembleia Legislativa e destinou o montante de R$ 25.322,25 para cinco entidades da Serra, com uma doação de R$ 5.064,45 cada uma.

Em 2019, além de Neri, o Carteiro, outros parlamentares também devolveram ou doaram o valor integral recebido com o auxílio mudança: Elton Weber (PSB), Sebastião Melo e Tiago Simon (MDB), Ruy Irigaray (PSL), Vilmar Lourenço (PSL) e Fábio Ostermann e Guiseppe Riesgo (NOVO). Adolfo Brito (PP) doou a metade do que teria direito.