Polo naval e desemprego na região Sul do Estado em debate

Encontro abordou questão do Polo Naval e Industria Metal-Mecânica na Região Sul
(Assessoria/FGTAS)
Encontro abordou questão do Polo Naval e Industria Metal-Mecânica na Região Sul (Assessoria/FGTAS)

A discussão de alternativas para a retomada do emprego e da renda na região sul do Estado tem sido tema de debates com a participação de lideranças do Solidariedade. Na última quarta-feira (20), o secretário do Aposentado, Idoso e Pensionistas, Lélio Falcão, abordou a questão durante a reunião mensal da Comissão Tripartite e Paritária de Emprego (CTPE – RS).

Apresentando os dados atualizados do Polo Naval e da Indústria Metal-Mecânica na Região Sul, que foram tema de discussão em audiência realizada na Câmara Municipal de Rio Grande, no dia 18, Lélio expôs a redução drástica no número de postos de trabalho. Além do corte de empregos, a redução dos salários também compõe o cenário de dificuldades na região.

“De 24 mil empregos, hoje restam apenas 300 e a maioria dos trabalhadores que conseguiram recolocação em outro posto de trabalho teve redução salarial próxima a 50% da remuneração no Povo Naval”, relatou Lélio.

A próxima reunião para debater o assunto acontecerá na Assembleia Legislativa do Estado,  no dia 9 de julho. O tema será discutido pelo GEAD Desenvolvimento Econômico e Sustentável – grupo que é coordenado pelo Dr. Ivan Feloniuk, liderança do Solidariedade em Camaquã.