União dos Ciclistas Caxienses será instituída nesta quinta-feira

Encontro será realizado na Câmara de Vereadores | Foto: Fábio Rausch
Encontro será realizado na Câmara de Vereadores | Foto: Fábio Rausch

A primeira Assembleia Geral da União dos Ciclistas Caxienses (UNICCA) será realizada nesta quinta-feira (12/12). O encontro vai ocorrer na Câmara Municipal de Vereadores, às 20h. Na oportunidade, vai ser fundada, de forma oficial, a associação e será instituído o quadro diretivo.

A UNICCA foi criada a partir de sugestões levantadas durante as reuniões da Comissão Temporária Especial pela Defesa da Bicicleta como Meio de Transporte e Atividade Esportiva do Legislativo Caxiense.

Segundo a presidente da Comissão, vereadora Tatiane Frizzo (Solidariedade), a criação da organização de ciclistas representa a luta por uma cidade mais democrática, principalmente no trânsito, que por muitas vezes favorece veículos motorizados, não havendo espaço para outras formas de transporte, como a bicicleta.

“Ter uma associação, é um passo importante para fortalecer a nossa luta. Fico feliz por fazer parte desse momento representativo que vai auxiliar e fortalecer o diálogo com o poder público.”, ressalta a parlamentar.

Conforme o arquiteto, urbanista e cicloativista, Rodrigo Guidini, os ciclistas estão desarticulados, espalhados em diversos grupos na cidade. Segundo ele, não existe uma entidade que os represente e sintetize os ideais e objetivos.

“Foi através da percepção da existência de uma pauta em comum, de uma vontade de unir todos os ciclistas da cidade sob uma mesma ideia, que surgiu a UNICCA. Essa pauta comum é a urgente necessidade de que o ciclista seja percebido como parte integrante do trânsito. O ciclismo pode ser considerado uma das soluções para os iminentes problemas de mobilidade urbana, ambientais, de saúde pública e de qualidade de vida. A UNICCA também será importante na divulgação e promoção do ciclismo enquanto esporte e lazer.”, destaca o ciclista.

As primeiras atividades da União serão focadas na aproximação dos ciclistas com o poder público e da sociedade civil, por meio de ações diretas de conscientização e educação. Além disso, os trabalhos serão concentrados em defender a bicicleta como meio de transporte, atividade esportiva e de lazer, em todas as esferas.